Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Gestão Ambiental recebe nota 4 do MEC

Notícias

Gestão Ambiental recebe nota 4 do MEC

Organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura física foram os eixos avaliados pelo MEC
por publicado: 18/04/2017 13h46 última modificação: 18/04/2017 13h46

Na última visita realizada por representantes do Ministério da Educação (MEC) ao Campus Recife, em fevereiro deste ano, o curso de Gestão Ambiental do Campus Recife foi avaliado e recebeu nota quatro. As notas da avaliação são dadas de zero a cinco. Segundo o coordenador do curso, professor José Bento, o diferencial para a obtenção de uma nota positiva foi o corpo docente do departamento, que conta com 14 doutores, três mestres e dois doutorandos. “Além disso, a produção de pesquisa (publicação, orientação de iniciação cientifica e de Trabalho de Conclusão de Curso) dos docentes de Gestão Ambiental é a maior do IFPE.”, reforça o professor Bento.

São três os eixos avaliados pelo MEC: organização didático-pedagógica (tempo de curso, objetivos, conexão entre a matriz do curso, as competências do egresso e organização da documentação); corpo docente (titulação e experiência, produtividade em pesquisa e extensão, experiência do coordenador, etc.); e infraestrutura física do curso (coordenação, salas de aula, laboratórios, sala de professores, gabinete para professores) e do campus (acervo e acesso à biblioteca, acessibilidade, auditório). Ao final do processo, o corpo docente do curso recebeu 4,8, a maior nota da avaliação.

O próximo desafio do curso, segundo o professor, é ampliar os espaços e gabinetes de trabalho de professores e da coordenação e, também, alguns aspectos da infraestrutura. “Apesar da nota positiva, temos que trabalhar para não nos acomodar à nota quatro e tentar obter a nota máxima na próxima avaliação”, pondera o coordenador.

Os estudantes de Gestão Ambiental são preparados para coordenar estudos e/ou equipes multidisciplinares em atividades de diagnóstico, elaboração, implementação e avaliação, em instituições públicas ou privadas, com objetivo de prevenir o meio ambiente e os recursos humanos. “Para quem pretende ingressar ao curso, esse recebe estudantes não só com o desejo de formar profissionais para o mercado de trabalho, mas também com o objetivo de formar cidadãos preocupados com a sustentabilidade do planeta, o respeito ao próximo, atenção para grupos minoritários e com sensibilidade para as questões sociais e as relações interpessoais”, finaliza o professor Bento.