Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > IFPE tem trabalhos premiados no Naíde Teodósio

Notícias

IFPE tem trabalhos premiados no Naíde Teodósio

Entre os 33 trabalhos premiados, três são de autoria de estudantes e um foi produzido por servidora do Instituto
por publicado: 04/10/2017 17h07 última modificação: 06/10/2017 16h06

O IFPE marcou presença entre os 33 vencedores da nona edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero. A iniciativa, promovida pela Secretaria da Mulher do Governo de Pernambuco, busca estimular a produção de redações, artigos científicos, projetos pedagógicos e roteiros de documentários relacionados à questão de gênero em suas várias dimensões.

No total, quatro estudantes do Instituto foram premiadas em diferentes categorias. A Técnica de Assuntos Educacionais e coordenador do Núcleo de Estudos sobre Gênero e Diversidade (Neged) do Campus Ipojuca, Danielle Tavares, também está entre as vencedoras com o projeto pedagógico “Articulando Gênero e Raça na Educação Técnica de Nível Médio: O caso das estudantes egressas do IFPE – Campus Ipojuca”.

Na categoria voltada para estudantes do Ensino Médio, o Instituto foi representando pela aluna Ingrid Marcela Moraes Santos, do Campus Belo Jardim. Ela concorreu com o a redação intitulada “Gênero e Envelhecimento: a importância do empoderamento feminino da terceira idade”.

Entre os trabalhos produzidos por estudantes de cursos técnicos subsequentes, o IFPE teve três vencedores (as). Um deles é de autoria da estudante do Campus Igarassu,  Hozana de Souza Meireles, intitulado “Ecofeminismo e a busca pela salvação do meio ambiente”.

Os outros dois trabalhos premiados são do Campus Igarassu, produzido pelos estudantes Ítalo Avelino Soares e Sara Gisele Vieira dos Santos. As redações tiveram como título “A luta da mulher além do tatame, a vitória na vida” e “Mulheres na Política”.

Neste ano, o prêmio recebeu a inscrição de 1.618 trabalhos, que foram avaliados pela comissão julgadora, formada pela Gerência de Formação em Gênero da Secretaria da Mulher. A iniciativa conta com o apoio do IFPE e de outras instituições como a Fundação Joaquim Nabuco e outras secretarias do estado.