Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Propesq anuncia mudanças nos editais de Iniciação Científica 2017

Notícias

Propesq anuncia mudanças nos editais de Iniciação Científica 2017

Objetivo é melhorar a eficiência do processo seletivo e democratizar o acesso aos Programas. Editais serão lançados dia 29 de maio
por Ascom publicado: 18/05/2017 16h53 última modificação: 18/05/2017 16h54

Os editais de seleção para os Programas de Iniciação Científica, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do IFPE sofrerão mudanças na edição 2017. Segundo o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Mário Monteiro, o objetivo é melhorar a eficiência do processo seletivo e democratizar o acesso aos Programas.

“Após discussão com os coordenadores de pesquisa dos campi e com a equipe da Propesq, realizamos algumas modificações nos nossos regulamentos e editais com o objetivo de incluir um maior número de pessoas da comunidade acadêmica nas atividades de pesquisa”, explica Monteiro.

A Propesq informa que os editais serão divulgados no dia 29 de maio e adianta as seguintes alterações:

  • A participação do orientador em Grupo de Pesquisa é opcional;
  • Para orientar estudantes nos Programas IC&T é necessário participar de Projeto de Pesquisa cadastrado e vigente na PROPESQ;
  • A titulação mínima para orientação em Programas de nível superior (PIBIC, PIBICAF, PIBITI, BIA) fomentados pelo IFPE e FACEPE é de Mestre(a);
  • A titulação mínima para orientação em Programas de nível superior (PIBIC, PIBICAF, PIBITI, BIA) fomentados pelo CNPq é de Doutor(a);
  • A titulação mínima para orientação em Programas de nível técnico (PIBIC-TEC, PIBITI-TEC) é de graduado(a);
  • O plano de atividades deve conter capa, introdução, objetivos, materiais e métodos, resultados esperados, viabilidade de execução, cronograma de atividades, referências bibliográficas. Respeitando o limite máximo 4 páginas, excetuando-se a capa; 
  • Não haverá fase de homologação. Propostas incompletas ou que desrespeitem algumas das normas do edital não serão analisadas;
  • Para o cálculo da média final de cada proposta será considerado o peso 3 (três) para o Projeto de Pesquisa, 5 (cinco) para o Plano de Atividades e 2 (dois) para Currículo Lattes do orientador. Não será considerada o coeficiente de rendimento do estudante.