Você está aqui: Página Inicial > Campus > Afogados > Notícias > Campus Afogados vai ganhar novas salas no segundo semestre de 2018

Notícias

Campus Afogados vai ganhar novas salas no segundo semestre de 2018

A aquisição das salas modulares é resultante de 2,5 milhões liberados pelo MEC
por publicado: 03/04/2018 11h56 última modificação: 03/04/2018 12h04
O Diretor Ezenildo em encontro com o Ministro da Educação, gestores e políticos

O Diretor Ezenildo em encontro com o Ministro da Educação, gestores e políticos

O IFPE-Afogados da Ingazeira recebeu, do Ministério da Educação (MEC), recursos financeiros no valor de 2,5 milhões. O repasse foi informado pelo Ministro da Educação, Mendonça Filho, em encontro para liberação de recursos financeiros, que aconteceu no dia 24/03, no auditório da Faculdade do Sertão do Alto Pajeú (FASP), e que reuniu políticos, gestores da educação, professores e estudantes, entre os quais o Prefeito da cidade, José Patriota, a Secretária Municipal de Educação, Veratânia Morais, e o Diretor Geral do campus Afogados, Ezenildo de Lima, dentre outros.

Segundo Ezenildo, o valor de 2,5 milhões será usado para a aquisição de dez salas modulares e respectivos mobiliários que irão atender a demanda para a implantação dos cursos superiores e também para a ampliação dos cursos subsequentes e integrados do campus. "Essa aquisição é importante porque estamos pensando em expandir o quantitativo de alunos, e isso oferecerá mais qualidade na oferta de mais cursos e estudantes, além de corroborar na análise de viabilização técnica para a aprovação dos cursos superiores na unidade", ressalta o diretor. Ezenildo destaca também a relevância disso para a região: Assim, o campus se tornaria a primeira instituição pública a ofertar cursos de nível superior no território do Sertão do Pajeú, nas microrregiões de Afogados da Ingazeira e São José do Egito, totalizando 13 municípios".

De acordo com o Diretor Geral, a previsão é de que no segundo semestre deste ano as novas salas já estejam prontas para o uso. O Ministro da Educação também sinalizou a possibilidade de liberar para o campus Afogados mais 2,5 milhões para serem destinados na construção de um ginásio na unidade.