Você está aqui: Página Inicial > Campus > Afogados > Notícias > Curso aperfeiçoou visão empreendedora de estudantes do campus Afogados

Notícias

Curso aperfeiçoou visão empreendedora de estudantes do campus Afogados

O curso "Crescendo e Empreendendo" trouxe noções de organização, autodesenvolvimento, criatividade e comunicação
por publicado: 13/12/2018 17h54 última modificação: 14/12/2018 09h47

O IFPE-Afogados da Ingazeira sediou, nos dias 11, 12 e 13 de dezembro, o curso "Crescendo e Empreendendo", promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (Proext) juntamente com o Sebrae. Voltado para os estudantes do campus, o curso objetivou despertar o empreendedorismo na juventude como uma das estratégias para a inclusão social e acesso ao mercado de trabalho.

Durante o encontro, foram abordados pontos como: Descobrindo atitudes empreendedoras; Características de comportamento empreendedor; Trabalho e negócio; e Pensando no futuro. Com isso, os jovens puderam aprender com atividades práticas a sistematizar diferentes conhecimentos e transformar seus objetivos em realidade, por meio de noções de organização, autodesenvolvimento, criatividade e comunicação. 

Cristina Maria da Silva, instrutora e consultora do Sebrae, foi quem ministrou o curso no campus Afogados. De acordo com ela, a relevância dessa ação reflete a situação socioeconômica atual do país, que se encontra com pouca oferta de emprego. "No momento em que se traz a consciência do que é empreendedorismo, se dá a chance das pessoas gerarem seus próprios negócios, e criar oportunidade de trabalho e renda para si e para os que estão no seu entorno. Isso contribui bastante para a manutenção das famílias e multiplicação da renda obtida", ressalta. 

A aluna Mirtes Rodrigues, do 1º período de Agroindústria, foi uma das participantes do curso. Ela reforça a importância que esse encontro teve em sua visão profissional: "Serviu como base para eu futuramente abrir meu próprio negócio, que é um restaurante. Foi útil para colocar em prática as ideias que aprendi. Por exemplo, para ser um bom empreendedor é preciso ter confiança, coisa que eu não tinha. É preciso calcular riscos, ter planejamento, até mesmo no dia a dia. Eu quero fazer uma coisa planejada no meu negócio, não quero ser apenas mais uma no mercado, pois você é visto pelo "algo a mais" que oferece, pela diferença na forma de empreender". A estudante Núbia Luana, do 1º período de Agroindústria, também participou do encontro, e destaca: "Eu aprendi uma das coisas mais importantes: a persistência. Nunca desistir dos seus sonhos é o essencial para a sua vida. Se você não persistir naquilo que quer, nunca vai conseguir".