Você está aqui: Página Inicial > Campus > Barreiros > Cursos > Superiores > Licenciaturas > Química > Gestão e Estrutura

Gestão e Estrutura

por Hugo Ferreira publicado 23/12/2015 17h32, última modificação 12/05/2020 11h43

Coordenador do curso: Profª. Kamylla Alexandre Leite dos Santos

Contato: kamylla.alexandre@barreiros.ifpe.edu.br

Horário de atendimento: quintas e sextas das 14h às 22h.

 

Secretária do curso: Suelene Rocha Pereira

Contato: suelene.pereira@barreiros.ifpe.edu.br

Horário de atendimento: segunda a sexta das 13h às 17h e das 18h às 22h.

 

Estrutura do curso:

A matriz curricular do curso está organizada por componente curricular em regime semestral, distribuídas em três núcleos: específico, complementar e comum.

1) O Núcleo Comum contempla os componentes curriculares de cunho obrigatório, estando subdividido em dois outros núcleos: básico e didático-pedagógico. 

1.1) O Núcleo Básico é composto por componentes curriculares que tratam de saberes comuns à área do conhecimento e abrange o conhecimento das ferramentas necessárias ao tratamento adequado dos fenômenos químicos, o uso das linguagens técnica e científica, a exploração e solidificação dos conhecimentos de física, estatística e informática, que são fundamentais para a atuação do professor e sua articulação com profissionais dessas áreas do conhecimento no ambiente escolar.

 1.2) O Núcleo Didático-Pedagógico trata dos saberes inerentes à formação de profissionais da educação em Química, sendo esses conteúdos desenvolvidos em uma perspectiva integradora e que deverão ser trabalhados, preferencialmente, ao longo de toda a formação. Contempla os componentes curriculares que fundamentam a atuação do licenciado como profissional da educação, abordando o papel da educação na sociedade, os conhecimentos didáticos, os processos cognitivos da aprendizagem, a compreensão dos processos de organização do trabalho pedagógico e a orientação para o exercício profissional em âmbitos escolares e não-escolares, articulando saber acadêmico, pesquisa e prática educativa.

2) O Núcleo Específico contempla os componentes curriculares obrigatórios e discute elementos do ensino da Química numa perspectiva histórica, epistemológica e experimental.

3) O Núcleo complementar evidencia o caráter interdisciplinar, compreendendo os componentes curriculares que ampliam a formação do licenciando tanto na parte específica quanto na pedagógica, visando nortear a formação científica do professor na perspectiva de um ensino interdisciplinar das ciências da natureza e suas tecnologias, viabilizando uma ampla dimensão do processo de exercício da docência por meio da ampliação e problematização acerca das diversas situações educativas, em seus diferentes contextos e especificidades.