Você está aqui: Página Inicial > Campus > Barreiros > Cursos > Superiores > Licenciaturas > Química > O Curso

O Curso

por Hugo Ferreira publicado 23/12/2015 16h52, última modificação 15/02/2017 18h46

A proposta pedagógica do Curso de Licenciatura Plena em Química do IFPE- Campus Barreiros traz como base os estudos sobre formação de professores na perspectiva práticoreflexiva que enfatiza o professor como um profissional do saber/do ensino que mobiliza e produz saberes em sua atividade atuando de modo autônomo, reflexivo, criativo, transformador propositor em um movimento que amplia a consciência de sua ação docente no exercício da própria prática.

A proposta do curso se contrapõe, portanto, aos rígidos modelos academicista e utilitarista de uma parcela considerável dos cursos de formação inicial de professores para a área de Ciências no Brasil, além de adotarmos a concepção de que este curso tem a perspectiva de formação do professor que age por meio da "reflexão na ação, sobre a ação e sobre a reflexão na ação" tornando-se um "professor pesquisador" e um profissional "crítico-reflexivo”; ou seja, o licenciado em Química é um "professor intelectual" que não se reduz a atuar como um “mero
técnico de ensino”.

Com base nessa concepção de formação de professores, o curso incorpora como
princípios pedagógicos:

  • Viabilizar o aprofundamento teórico e prático da matéria ensinada pela articulação de várias técnicas de ensino, tornando-se exemplo do exercício da docência;
  • Desenvolver práticas de ensino e de aprendizagem que visem produzir um desenvolvimento pessoal, profissional e organizacional para que o futuro docente possa atuar com autonomia, reconhecendo-se enquanto docentes em formação pela constituição da sua identidade profissional;
  • Considerar a diversidade e a heterogeneidade das aprendizagens como elementos constitutivos do processo de ensino e aprendizagem;
  • Proporcionar uma série de tarefas diversificadas, durante a atividade docente, combinando diferentes meios e materiais com fins de atender a heterogeneidade de cada turma de licenciandos;
  • Proporcionar uma formação docente conectada à atividade profissional de forma dialética considerando as relações existentes entre esses os saberes componente curricularres e o conhecimento pedagógico do conteúdo;
  • Evitar o prolongamento desnecessário da duração dos cursos de graduação por meio de uma carga horária mínima que permite a flexibilização do tempo de duração do curso de acordo com a disponibilidade e esforço do aluno;
  • Com fins de estimular a progressiva autonomia profissional e intelectual do licenciando, estimular práticas de estudo independentes;
  • Encorajar o intercâmbio de conhecimentos, habilidades e competências adquiridas fora do ambiente em todas as atividades desenvolvidas, podendo estas serem aproveitadas para as atividades de estágio e demais atividades que integram o saber acadêmico à prática profissional;
  • Valorizar a pesquisa individual e coletiva, assim como os estágios e a participação em atividades de extensão;
  • Estimular a participação e a avaliação dos alunos a cerca de todas as atividades promovidas pela Instituição que versem sobre o desenvolvimento das atividades didáticas contribuindo para a inovação e a qualidade do projeto pedagógico do curso.