Você está aqui: Página Inicial > Campus > Belo Jardim > Notícias > IFPE Belo Jardim fecha parceria para pesquisas na área de Agropecuária

Notícias

IFPE Belo Jardim fecha parceria para pesquisas na área de Agropecuária

Parceria formada com Grupo de Fixação Biológica de Nitrogênio integrará área de cultivo de pitaya do Campus ao Observatório Nacional da Dinâmica da Água e do Carbono no Bioma da Caatinga
por publicado: 04/08/2022 09h35 última modificação: 04/08/2022 09h35

Na última terça-feira (2), os professores Rosemberg Bezerra e Fernando Cunha, acompanhados das alunas do curso técnico em Agropecuária, Paloma Xavier e Nayra Moraes, receberam no IFPE Belo Jardim as pesquisadoras do Grupo de Fixação Biológica de Nitrogênio (GFBN/UFRPE/UFPE), Dr.ª Ana Dolores Freitas, Dr.ª Carolina Etienne Santos, Dr.ª Edilandia Dantas e Dr.ª Jéssica Oliveira, para formalização de um convênio entre as Instituições.

A proposta é integrar a área de cultivo de pitaya do Campus Belo Jardim ao Observatório Nacional da Dinâmica da Água e do Carbono no Bioma da Caatinga (ONDACBC). Dessa forma, receberemos pesquisadores, mestrandos, doutorandos e estudantes do curso técnico em Agropecuária para desenvolvimento de pesquisas para obtenção de dados sobre informações climáticas, ecohidrológicas e ciclagem biogeoquímica de carbono, que serão fundamentais para formular estratégias de adaptação às mudanças climáticas.

As pesquisadoras visitaram a Unidade Educativa de Produção (UEP) de Fruticultura onde foram discutidas várias propostas de pesquisas com isótopos estáveis através de análises isotópicas de carbono, fixação biológica de nitrogênio (FBN) em cultivo de pitaya através do consórcio de pitaya com leguminosas, dentre outras possibilidades.

O Grupo de Fixação Biológica de Nitrogênio tem diversos pesquisadores da UFPE e UFRPE e possui um laboratório de microbiologia e bioquímica do solo, além de diversos artigos publicados em revistas de alto impacto. Essa parceria será de extrema importância para a comunidade acadêmica do Campus e para os produtores da agricultura familiar da região semiárida pernambucana, que serão beneficiados com novas tecnologias de convivência com a seca.

registrado em: , ,