Você está aqui: Página Inicial > Campus > Caruaru > Notícias > Estudante do IFPE Caruaru é selecionada para o programa Jovens Embaixadores

Notícias

Estudante do IFPE Caruaru é selecionada para o programa Jovens Embaixadores

Aniely dos Santos está no 6º período do curso técnico integrado em Edificações.
publicado: 11/11/2022 15h59 última modificação: 11/11/2022 16h15

Em de janeiro de 2023 a estudante Aniely dos Santos (17) embarca para a capital dos EUA, Washington (D.C), junto com outros 50 participantes selecionados para o programa Jovens Embaixadores (JE). Aniely é aluna do curso técnico em Edificações do IFPE Caruaru e está no 6º período da modalidade integrado. A iniciativa selecionou jovens de 25 estados e Distrito Federal. Em Pernambuco, foram três estudantes. Confira aqui o resultado.

O programa oferece intercâmbio de curta duração nos Estados Unidos a alunos/as brasileiros do Ensino Médio da rede pública. Durante três semanas, a discente do Instituto vai participar de atividades como oficinas sobre liderança e empreendedorismo, projetos de impacto social, reuniões com representantes do governo norte-americano, visitas a escolas da região e fará apresentações sobre o Brasil.  

O professor Rodrigo Pinto, que leciona a disciplina de Inglês no IFPE Caruaru, foi o orientador da estudante durante todo o processo de seleção. Aniely conta que o professor a ajudou desde a etapa da inscrição. “Queria muito participar do Programa, então procurei o professor Rodrigo, que me ajudou desde o início, na etapa da inscrição, fez minha carta de recomendação e com ele que fiz o treinamento para a fase de entrevista oral. Foi meu mentor durante todo o processo”, afirmou.

Entre os critérios de seleção do JE estão ter excelente desempenho escolar, boa fluência em Língua Inglesa, e envolvimento em alguma iniciativa de empreendedorismo e impacto social há pelo menos 6 meses. Um fator que contribuiu para a seleção de Aniely foi o Projeto Nunca é Tarde Para se Contar uma História. Acompanhada por uma professora, Aniely oferece aulas de português para três idosos do EJA, numa escola pública de Gravatá, cidade em que reside. As aulas acontecem uma vez por semana, no turno da noite, e têm como objetivo fazer com que os participantes escrevam uma autobiografia. O projeto é desenvolvido pela Prefeitura da cidade.

“Espero que minha participação no Jovens Embaixadores contribua para o meu crescimento pessoal e acadêmico. Tenho certeza que vou sair dessa experiência mais responsável e independente”, comentou Aniely. Após voltar ao Brasil e finalizar o curso no IFPE, a jovem pretende aplicar para uma Universidade do exterior e estudar Cinema.

O professor Rodrigo ressalta que a participação em programas como o Jovens Embaixadores enriquece a formação profissional. “O mercado de trabalho pós-pandêmico está cada vez mais exigente e competitivo. O profissional da Indústria 4.0 precisa ir além de uma boa formação acadêmica: ele precisa ser capaz de inovar, ter inteligência emocional, autoconhecimento e um bom número de experiências fora do habitat corporativo. Nesse sentido, uma vivência internacional é da maior importância”, afirmou.

Trajetória

Aniely sempre teve o sonho de aprender Inglês e aos 12 anos de idade começou a estudar sozinha os traços da língua. “Nunca fiz um curso, pois não tinha condições, mas fui atrás de assistir muitas séries, observar as letras das músicas e até hoje não parei com o aprendizado”, comentou. Quando tinha 14 anos começou a pesquisar possibilidades de intercâmbio, quando se deparou com o Programa Jovens Embaixadores, mas ainda não tinha idade suficiente para participar. 

Enquanto não atingia a idade necessária, Aniely buscou outras alternativas para seguir aperfeiçoando seus estudos. Foi quando participou por três meses de um programa só para mulheres, com aulas online, oferecido pela Universidade da Pensilvânia, através do AFS Intercultura Brasil. “Criei um aplicativo chamado Highlight, com o objetivo de ajudar os brasileiros a pagar a conta de luz usando descontos oferecidos pelo governo”, explicou.

A participação no JE será a primeira experiência internacional de Aniely. “Sempre quis ir para fora do país, conhecer outras culturas e ter novas experiências”. O programa é patrocinado pela Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, e conta com o apoio de parceiros dos setores público e privado.