Você está aqui: Página Inicial > Campus > Garanhuns > Cursos > Superiores > Bacharelados > Engenharia Elétrica > Perfil Profissional

Perfil Profissional

por Hugo Ferreira publicado 23/12/2015 16h52, última modificação 14/03/2017 21h14

O curso de Engenharia Elétrica do IFPE Campus Garanhuns tem como objetivo formar profissionais com uma sólida base de Engenharia Elétrica e visão específica sobre os setores de competência profissional, com ênfase em: Controle e Automação Industrial e Eletrotécnica, que sejam capazes de se adaptar às mudanças socioeconômicas e tecnológicas. Sob esta perspectiva, a estrutura curricular do curso foi construída com um conjunto robusto de disciplinas básicas, a fim de garantir solidez na formação do egresso. 

O engenheiro eletricista pode desenvolver atividades nas áreas de sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, telefonia, antenas e propagação, instrumentação, automação, sistemas eletrônicos analógicos e digitais, projetos de circuitos digitais, entre outros. Lecionar em universidades ou outras instituições de ensino técnico ou superior, prestar consultoria empresarial, administrativa e gerencial, bem como atuar em áreas multidisciplinares que envolvem conhecimentos básicos de eletricidade, eletrônica, computação e bioengenharia são outras atividades no horizonte do engenheiro eletricista.

A especificação do perfil do egresso de um curso de graduação exige também a articulação entre a formação acadêmica e as exigências da prática profissional, assim as disciplinas profissionais deverão ser capazes de qualificar e ao mesmo tempo desenvolver conhecimentos propiciadores de adaptação às novas tecnologias. Neste sentido, a formação tecnicista deve ser substituída pela formação de cidadãos preparados para coordenar informações, interagir positivamente em grupo e interpretar de maneira dinâmica a realidade, de forma a contribuir efetivamente nas decisões a favor da sociedade.

O curso de Engenharia Elétrica do IFPE Campus Garanhuns está de acordo com as orientações constantes na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) conforme elencado nas informações das competências profissionais e do campo de atuação. As atribuições de atuação do profissional são coerentes com os objetivos, o perfil e a organização curricular do curso.