Você está aqui: Página Inicial > Campus > Garanhuns > Notícias > Pesquisadores do campus em publicação internacional

Notícias

Pesquisadores do campus em publicação internacional

Trabalho enviado é fruto de pesquisa financiada pela Propesq
por publicado: 08/03/2021 17h43 última modificação: 16/03/2021 11h22

Os estudantes pesquisadores Gustavo Guilherme Lima da Silva, Brenda Vitória Cordeiro Pontes Galindo, Vitória Costa Dias e o pesquisador docente João Paulo Gomes de Vasconcelos Aragão, tiveram seu trabalho publicado em forma de capítulo de livro resultante da edição de 2020 da Conferência da Terra – Fórum Internacional do Meio Ambiente.

O trabalho “Reestruturações urbanas em centros intermediários regionais: reflexões a partir das recentes metamorfoses de Garanhuns-PE”, integra o livro “Terra: a saúde ambiental para a vitalidade do planeta”. O livro, por sua vez, é oriundo da nona edição da conferência.  

A produção deriva de pesquisa em andamento no IFPE Garanhuns, e de subprojeto de pesquisa financiado pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Propesq)/IFPE, ambos sob a coordenação do pesquisador João Paulo Gomes de Vasconcelos Aragão (Prof. Dr. do IFPE Campus Garanhuns).

“O trabalho, que se vincula a uma pesquisa em andamento desde 2019, também tem relação com o grupo de pesquisa Observatório Elo: núcleo de estudos sobre meio ambiente, sociedade e espaço, que vem contribuindo com pesquisas, bem como ações de ensino e extensão na formação de jovens pesquisadores a partir de estudos sobre diversas realidades. As pesquisas do grupo, inclusive, permanecem em andamento durante a pandemia, considerando todos os cuidados sanitários recomendados pelas autoridades e, especialmente o próprio IFPE”, explica Aragão.

De acordo com os pesquisadores, o trabalho buscou analisar as conexões e imbricações do centro urbano e áreas que vão além do subúrbio e os limites entre urbano e rural se misturam. “Constitui-se o estudo, portanto, de uma singela contribuição pertinente em vários aspectos como, por exemplo, a indicação de recortes geográficos vulneráveis na cidade de Garanhuns e que podem ser objeto de novas pesquisas com ênfase na análise socioespacial e/ou socioambiental, bem como ações extensionistas com foco tecnológico, inovação e/ou empreendedorismo social, além de medidas por parte do poder público com vistas a melhoria das condições de vida das populações em geral, mas sobretudo, aquelas mais carentes”.

>> Terra: a saúde ambiental para a vitalidade do planeta (acesse o livro)

>>Saiba mais sobre o Observatório Elo