Você está aqui: Página Inicial > Campus > Olinda > Notícias > Parceria entre IFPE Olinda e Prefeitura dá vida a catálogo virtual de obras olindenses

Notícias

Parceria entre IFPE Olinda e Prefeitura dá vida a catálogo virtual de obras olindenses

Projeto de extensão Faces de Olinda é o responsável pela produção do catálogo
por publicado: 23/07/2020 18h06 última modificação: 23/07/2020 21h50

Dentro desse novo cenário da pandemia do novo Coronavírus, o Campus Olinda, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), vem contribuindo no fomento da classe artística olindense. A iniciativa trata-se da criação, por parte do campus, de um catálogo virtual de obras de artesãos da cidade, e conta com a parceria da Prefeitura de Olinda, que disponibiliza esse catálogo no Instagram do projeto Artes de Olinda (@artesdeolinda). Como as feiras e eventos de artesanato estão suspensos devido à pandemia, a ideia é que as obras dos artesãos sejam comercializadas virtualmente, como forma de amenizar a crise do setor. O catálogo dispõe as fotos das obras dos artesãos olindenses e, em geral, apresenta o material, a quantidade, as dimensões e o valor da obra.

A criação partiu do projeto de extensão "Faces de Olinda: representação gráfica da iconografia da cidade", que tem como objetivo representar graficamente a essência urbana e cultural da cidade de Olinda, por meio do desenvolvimento de dingbats, que são tipos de fontes tipográficas que trazem, em sua maioria, pictogramas (símbolos construídos por meio de desenhos). De acordo com a profa. Dra. Swanne Almeida, coordenadora do projeto e também Diretora de Ensino do campus, a construção da identidade visual das postagens do "Artes de Olinda" é uma oportunidade de visualizar e testar o uso dos dingbats em um projeto. Atualmente, o Faces de Olinda conta com a participação de três estudantes, duas colaboradoras internas e uma colaboradora externa. 

Integrando essa equipe, Vanik Lima, a colaboradora externa e egressa do curso técnico de Computação Gráfica, foi quem elaborou a identidade visual do produto. Ela revela que buscou inspiração na própria cidade durante o seu processo criativo. "Para produzir as artes, sempre que pensava em Olinda eu pensava em muitas cores, na alegria que a cidade transmite. Me apeguei a essas coisas para criar os materiais do projeto". Vanik destaca ainda a importância que esse tipo de trabalho tem na sociedade: "É bem relevante, principalmente partindo de dois pilares fundamentais: ajudar os artistas nesse momento difícil que vivemos e também difundir a arte da nossa cidade numa plataforma tão popular como é o Instagram".

A ex-aluna diz que o que contribuiu para o seu crescimento acadêmico e consequentemente profissional, a exemplo da produção desse catálogo, foi ter feito parte, enquanto estudante do campus, do projeto Faces de Olinda, no qual ela pode se aperfeiçoar e ganhar experiência e conhecimento em sua área de atuação. "Sempre quis me manter presente em outras atividades que rompessem a barreira de "apenas assistir as aulas", e por isso me envolvi em monitorias e atividades de pesquisa e extensão, como o Faces de Olinda. É um projeto muito bonito, divertido de fazer e desde o início colhemos ótimos frutos, com um artigo publicado em uma importante revista de design. O crescimento que isso pode proporcionar ao aluno é imenso", ressalta.

ifpe
Um exemplo de produção com dingbats do projeto

A coordenadora Swanne pontua que o projeto desenvolveu no seu primeiro ano um dingbat representativo dos pontos turísticos e marcos arquitetônicos. Em 2020, o projeto está se dedicando a representar elementos memoráveis do cotidiano e do carnaval de Olinda. Ela esclarece que os itens representados passam por um processo de consulta à comunidade, tanto para seleção como para reconhecimento das representações. "É uma forma de envolver a sociedade e a comunidade acadêmica na preservação do patrimônio de Olinda, além de promover a valorização e a divulgação de aspectos positivos da cidade", esclarece. Ela explica que o objetivo, ao final, é concluir os três dingbats: pontos turísticos/marcos arquitetônicos, carnaval e cotidiano. "Quando finalizados, os dingbats serão disponibilizados para download e terão uso gratuito nos mais variados projetos", destaca.

Conheça mais sobre o Faces de Olinda acessando o Instagram: @facesdeolinda