Você está aqui: Página Inicial > Campus > Olinda > Notícias > Servidores e estudantes realizam expedição por comunidades de Olinda

Notícias

Servidores e estudantes realizam expedição por comunidades de Olinda

Zona rural e Ilha do Maruim foram visitados. Objetivo é desenvolver projetos nessas áreas
por publicado: 13/09/2019 11h44 última modificação: 13/09/2019 11h44

Estudantes e professores do IFPE Olinda realizaram nesta quarta-feira (11) uma expedição por comunidades da cidade, com objetivo de planejar ações que contribuam com o desenvolvimento dos locais. Na rota estavam a Ilha do Maruim e a zona rural da cidade situada em Ouro Preto.

A ideia da expedição foi concebida pela Divisão de Pesquisa e Extensão (DPEX). Inicialmente, o objetivo era explorar a zona rural de Olinda, desconhecida pela maior parte da população. Em Ouro Preto, o grupo visitou a Escola de Base Rural Margarida Alves, onde encontram  o professor Sebastião Vieira. “Ele é um herói, está desenvolvendo um projeto de jogos numa sala com 24 alunos e apenas um computador”, conta a coordenadora da DPEX, Swanne Almeida.

Na Ilha do Maruim, o contato foi realizado com representantes da Associação de Pescadores. Eles relataram o problema da poluição do Rio Beberibe, que corta a comunidade. Segundo os moradores, lixo, esgoto e poluentes químicos têm inviabilizado a pesca. Cada vez é mais difícil encontrar peixes. Os barcos quase sempre retornam abarrotados de lixo.

Os relatos ouvidos serão discutidos em reunião com objetivo de provocar o desenvolvimento de novos projetos de extensão e ações específicas para as localidades. Até agora, surgiram ideias como o oferecimento de oficinas nas áreas de programação e edição de vídeo, trazendo a comunidade para dentro do Campus. Ações ambientais também estão entre as opções.

“A expedição abriu horizontes para a gente atuar na extensão. Nosso maior desafio é integrar a comunidade. Já fazemos isso, mas agora queremos trabalhar diretamente com essas escolas e associações”, conta Swanne Almeida.

 “Eu nem sabia que existia comunidade rural em Olinda. É muito importante para o IFPE estar em contato com essas pessoas para saber o que eles estão precisando. As dificuldades são muitas”, relata o estudante de Computação Gráfica, André Luiz Silva. Ele deseja estar inserido em possíveis ações na área de programação e edição de vídeos.