Você está aqui: Página Inicial > Campus > Palmares > Notícias > IFPE Palmares se destaca no 19º Congresso Latinoamericano de Software Livre e Tecnologias Abertas

Notícias

IFPE Palmares se destaca no 19º Congresso Latinoamericano de Software Livre e Tecnologias Abertas

Pesquisa de extensão realizada no campus recebeu o primeiro lugar no prêmio "Best Papers Latin.Science 2022”. Projeto foi voltado para a redução do analfabetismo digital na Zona da Mata Sul
por publicado: 07/11/2022 17h47 última modificação: 07/11/2022 18h26

O IFPE Palmares marcou presença no 19º Congresso Latinoamericano de Software Livre e Tecnologias Abertas (Latinoware), que aconteceu em Foz do Iguaçu, no Paraná, entre os dias 02 e 04 de novembro.

O professor Adriano França, que é coordenador do curso de Redes de Computadores, representou o campus no evento. Ele apresentou o artigo “Ação para redução do analfabetismo digital na Mata Sul de Pernambuco”, que ao final foi agraciado com o prêmio "Best Papers Latin.Science 2022”, na categoria Full Paper.

O artigo relata a experiência no projeto de extensão realizado juntamente com os professores Ricson Santana e Valdir Silva e com os alunos bolsistas Aline Ciane Silva, Jair Assis, Rayanne Santos e Thiago Santos. O trabalho científico detalhou o planejamento, execução e avaliação de um curso de informática básica, oferecido em parceria com organizações não governamentais e comunidades carentes do município e contou com a participação de 33 inscritos, sendo 15 vinculados à Comunidade Terapêutica Nova Jericó e 18 do abrigo Casa Lar Heleninha.

O Latinoware é, atualmente, o maior e mais importante evento da área de Tecnologias Livres da América Latina. Criado em 2004 (como Conferência Latino-Americana de Software Livre) pela Itaipu Binacional e pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI), o evento oportuniza momentos de debate e troca de conhecimento sobre a evolução das tecnologias abertas e as suas aplicações e inclui a mostra Latin.Science, concebida como um espaço para a comunidade apresentar os trabalhos científicos que desenvolvem na área.

Feliz pelo reconhecimento dado ao trabalho realizado pelo grupo, Adriano França destaca que “participar desses congressos é sempre muito bom, uma vez que temos a oportunidade de nos atualizar e de participar de diversas discussões diretamente relacionadas aos assuntos que estudamos em sala de aula”.