Você está aqui: Página Inicial > Campus > Paulista > Notícias > Campus Paulista promove evento sobre difusão de sistema Braille em instituições públicas de ensino

Notícias

Campus Paulista promove evento sobre difusão de sistema Braille em instituições públicas de ensino

Projeto foi idealizado por estudantes, sendo uma delas uma pessoa com deficiência visual. As inscrições estão abertas para o público até o dia 02/12/2020.
por publicado: 18/11/2020 11h32 última modificação: 18/11/2020 15h44
Evento "Tocando o texto" acontece nos dias 03 e 10/12/2020

Evento "Tocando o texto" acontece nos dias 03 e 10/12/2020

No próximo dia 10 de dezembro, o Campus Paulista do IFPE vai sediar o evento "Tocando o texto: difusão do sistema Braille em instituições públicas de ensino de Paulista". As inscrições foram abertas nesta quarta-feira (18/11) e vão ocorrer até o dia 02 /12/2020, através do link https://www.even3.com.br/inclusaoifpepaulista. A transmissão será por meio da plataforma audiovisual YouTube e os participantes inscritos vão receber certificado.

Trata-se de um evento de finalização de projeto de extensão, coordenado pela professora Jessica Sabrina de Oliveira Menezes e produzido pelas estudantes do Curso Técnico em Administração Rebeka Alves dos Santos e Viviam Cavalcanti de Melo, com colaboração do revisor de textos Braille José Carlos Amaral Silva dos Santos, da assistente de alunos Sandrely Lima da Silva, da assistente social Simone Maria Machado Brandão e do bibliotecário Cristian do Nascimento Botelho.

"Compreendemos que realizar a inclusão de estudantes nos espaços escolares corresponde à necessidade de contribuir para que estes sejam autônomos e independentes, ofertando-lhes condições para construir sua aprendizagem com qualidade e êxito", afirma a professora Jessica, reforçando a  consolidação de espaços plurais para a vivência social. "A utilização de espaços de comunicação são essenciais para que este objetivo seja alcançado", destaca.  

O projeto foi idealizado pelas estudantes Viviam Melo e Rebeka Alves. As duas começaram a refletir sobre a importância da inclusão nos espaços educacionais quando Rebeka perdeu a visão, e sua  nova condição demandou uma série de adaptações para o desenvolvimento de sua aprendizagem.

Embora  esteja direcionado a docentes da rede pública que tenham interesse em questões relativas à inclusão, o evento é  aberto ao público geral.  Serão dois dias de evento, sempre das 15h às 17h, em duas quintas-feiras consecutivas. No dia 03/12, o subtema será o "Diálogo sobre a educação inclusiva e a remoção de barreiras para estudantes com deficiência".  Já em 10/12 serão discutidas "As possibilidades advindas das tecnologias assistivas e as aplicações do Sistema Braille".