Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Aplicativo de turismo cultural será apresentado no Campus

Notícias

Aplicativo de turismo cultural será apresentado no Campus

Ferramenta foi desenvolvida por estudantes do Campus e discente da UFPE
por publicado: 10/12/2019 17h06 última modificação: 10/12/2019 17h06

Acontece nesta terça (10) a apresentação do aplicativo desenvolvido por discentes do Campus em parceria com estudante da UFPE. O app “Recife e seus contos mal assombrados” promove o turismo cultural, através do folclore pernambucano e seus contos fantasmagóricos. A ideia é divulgar os “mal-assombros” que há tempos permeiam a cultura recifense. O evento é aberto ao público e recebe a presença da estudante Miriane Nascimento e da professora Liliane Fonseca, da UFPE. O encontro acontece na sala F-24, às 18h30.

 A elaboração da ferramenta foi inicialmente pensada para apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que aconteceu no mês de setembro no Campus. Pela primeira vez, o mesmo objeto de estudo foi abordado em TCC de duas Instituições: o IF Campus Recife, através do Curso Tecnológico em Gestão de Turismo, e a Universidade Federal de Pernambuco, com o curso de Ciência da Computação. Os estudantes responsáveis foram Roberta Moraes e Renato Oliveira, do Campus, juntamente com Miriane Nascimento, da UFPE. O projeto foi orientado pelos professores Cláudia Sansil, do Campus Recife, e Fernando Ivo, do Campus Olinda.

 No Instituto, os discentes idealizaram o app e realizaram uma pesquisa aprofundada com as lendas mais conhecidas, a exemplo da Perna Cabeluda e da Galega de Santo Amaro. Também fizeram parte do trabalho histórias menos relatadas como as existentes no Forte das Cinco Pontas e os assombros do zoológico de Dois Irmãos e do Teatro de Santa Isabel. Já a estudante do Centro de Informática da UFPE desenvolveu o protótipo, que  usou a ferramenta online MarvelApp.

 Para Renato, o processo de elaboração foi bastante enriquecedor e o resultado contém ingredientes para uma boa opção turística. “Tivemos a ideia numa aula da professora Cláudia, criamos o roteiro e apuramos os depoimentos. Logo após compartilhamos a ideia com Miriane para que ela pudesse desenvolver o aplicativo com as nossas informações. Tem contos, relatos, fotos e roteiros. É uma inovação cultural para o Recife através dessa aventura digital”, afirma.