Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Campus Recife e Fundação Joaquim Nabuco firmam parceria

Notícias

Campus Recife e Fundação Joaquim Nabuco firmam parceria

Acordo visa o desenvolvimento de atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão
por publicado: 17/03/2021 09h10 última modificação: 17/03/2021 09h10

Apesar das barreiras impostas pela pandemia de Covid-19, a Instituição não para de buscar novos horizontes de possibilidades para a comunidade acadêmica. No ano passado, mediado pela Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP), o Campus Recife e a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) firmaram Acordo de Cooperação Técnica a fim de desenvolver os pilares de Ensino, Pesquisa e Extensão. O convênio, assinado em 04 de dezembro de 2020, irá proporcionar a produção conjunta de atividades voltadas para as áreas de atuação em comum de ambas instituições, são elas: Turismo, História, Cultura e Pesquisas Sociais. Além da produção conjunta de materiais de aprendizagem e divulgação científica, a parceria possibilita ainda o uso compartilhado de espaços como laboratórios, salas, centros e museus.

Para assinatura, o acordo contou com a colaboração de três professores de História da Instituição: Robson Pedrosa Costa, Maciel Henrique Carneiro da Silva e Dimas Brasileiro Veras. Juntos, os docentes elaboraram o Plano de Trabalho que justificou a viabilidade da adesão do convênio entre o Campus e a Fundaj. Intitulado de “Dona Isabel, que História é essa?”: escravidão, experiências negras e resistência em Pernambuco”. A proposta compõe a primeira etapa da cooperação entre as instituições e será uma das primeiras atividades executadas pelo acordo, além de dialogar com pesquisas coordenadas pelos professores e que já estão em andamento no Campus.

De acordo com o professor Robson Pedrosa, nesta primeira etapa, o objetivo do trabalho é compartilhar os resultados dos projetos desenvolvidos por ambas as instituições, cujas temáticas dialoguem com a História da África e experiências de afrodescendentes em Pernambuco. Segundo o docente, o uso de diferentes ferramentas digitais é parte essencial da proposta. Nesse sentido, Robson cita como exemplo o projeto “História & Stories”, coordenado pelo professor Dimas Veras, que visa adaptar conhecimentos científicos, acadêmicos e escolares à linguagem do público jovem e leigo. “Os resultados obtidos através do nosso trabalho também serão transformados em produtos digitais de fácil acesso, inovador e gratuito para todos os públicos”, afirma.

A diretora de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) do campus Sofia Brandão, explica que o convênio irá iniciar suas atividades de imediato e que já conta com mais um plano de trabalho a ser anexado à colaboração, realizado pelos docentes da área de Geografia. Segundo a diretora, o Acordo de Cooperação abre uma vasta possibilidade de campos de participação para os professores do Campus. “Visualizamos este acordo como algo bastante promissor e que irá propiciar ao corpo docente de ambas as instituições a participação em programas de pós-graduação, programas de pesquisa e em projetos específicos que cada uma das partes envolvidas atuem e que caiba no acordo firmado”, prevê.