Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Equipe do campus Recife é finalista em competição nacional

Notícias

Equipe do campus Recife é finalista em competição nacional

Estudantes do curso de química apresentaram solução de impacto ambiental
por publicado: 12/11/2020 12h22 última modificação: 12/11/2020 12h51

O Respostas para o Amanhã é um prêmio que visa identificar, entre estudantes de nível médio de escolas públicas, soluções para problemas de impacto em nossa sociedade. Promovido pela Samsung e pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), o prêmio chega à fase final de sua sétima edição com dez finalistas de todo o país. Entre as equipes, está a comandada pelo professor do campus Recife Romero Assis, do curso de Química. Fazem parte dela os estudantes Maria Augusta de Araújo, Helena Clemente, Isadora Lago, Estefany Kesia e José Henrique da Silva, todos da modalidade Integrada.

O projeto finalista demonstra como o grafeno pode ser utilizado no tratamento de efluentes vindos da indústria têxtil local. “Identificamos que dois dos dez rios mais poluídos do Brasil estão localizados no nosso estado: são os rios Ipojuca e Capibaribe. Nossa proposta é oferecer uma solução a partir do Grafeno que trate dos rejeitos da indústria têxtil, que poluem esses rios”, explica Maria Augusta. O projeto começou ainda em março, mas nem mesmo a suspensão das aulas pela quarentena impediu a realização dos experimentos e pesquisa. Conforme explica Isadora, o grupo partiu para a experimentação: “fizemos das nossas casas o nosso laboratório, reutilizando equipamentos para poder realizar a pesquisa”, diz a estudante.

O resultado foi mais do que o esperado pelo grupo, que sabia que a competição era acirrada. “A gente sempre quer que o nosso trabalho seja reconhecido, mas é uma surpresa quando ele chega tão longe, ainda mais numa pandemia”, avalia Estefany. Já Helena também vê na experiência uma oportunidade de alargar os horizontes profissionais: “essa vivência terá um impacto muito forte nas minhas decisões futuras”, prevê. Para o professor e orientador da equipe a posição entre os dez finalistas mostra a força da educação tecnológica no país. “Que outra instituição pode propiciar tantas possibilidades como uma escola como o IFPE? Além disso, esses estudantes não desistiram, correram atrás dos seus objetivos”, revela. José Henrique ressalta o esforço de todos: “fizemos um trabalho muito bom em encontrar soluções caseiras para os nossos estudos e a base que temos no Campus fez toda a diferença”, resume. Como finalista, cada integrante da equipe ganhou um notebook Samsung.

Final – Única equipe representando o IFPE na final, o campus Recife tem excelentes representantes no prêmio. Nessa fase, a escolha dos melhores projetos é feita através de júri popular. Ou seja, é o grande público que vai escolher a melhor solução através de voto na plataforma do prêmio (aqui).  A votação dura uma semana e começa nesta quinta (12) e segue até o dia 18.      

VII Respostas para o Amanhã

Vote na equipe do Campus Recife