Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Estudante do Campus Recife representa o Brasil em evento promovido pela Universidade de Havard

Notícias

Estudante do Campus Recife representa o Brasil em evento promovido pela Universidade de Havard

Ryan Paiva é um dos brasileiros selecionados para encontro global
por publicado: 15/01/2021 13h49 última modificação: 15/01/2021 13h49

Em meio às dificuldades ocasionadas pela pandemia da covid-19, estudantes do Campus continuam a explorar diversas oportunidades acadêmicas que são ofertadas em solo nacional e até mesmo internacional. O estudante Ryan Paiva (16), do 4º período do Curso Integrado de Eletrônica, foi mais um discente que durante a pandemia deu início a novas experiências acadêmicas globais. Entre os dias 28 e 31de janeiro, o discente irá participar do programa Harvard Model United Nations (HMUN) – evento cuja objetividade é reunir jovens líderes de diferentes nacionalidades interessados em problemáticas mundiais e dispostos a solucionar alguns desafios globais com base no funcionamento da Organização das Nações Unidas (ONU). A HMUN é administrada pela Universidade de Harvard (EUA), uma das mais renomadas instituições de ensino do mundo e alusiva a um dos maiores e mais tradicionais Modelos das Nações Unidas. Esta edição da conferência acontece em formato virtual devido ao atual período pandêmico.

Durante o mês de agosto de 2020, Ryan se inscreveu no programa e deu início ao processo seletivo que contou com a orientação do professor do Campus Recife, Erick Viana. Durante esse período, o jovem precisou desenvolver quatro redações em inglês relacionadas a temas como relações internacionais, interesses de representatividade, experiência em simulações de problemáticas sociais, e possíveis experiências que agregarão para o encontro. No mês de novembro do mesmo ano, ao abrir a sua caixa de e-mail, o discente se deparou com a carta de aprovação para participar da tão esperada conferência de simulação da HMUN. “Fui pego totalmente de surpresa. Quando chegou o e-mail, logo nas primeiras linhas falava que eu tinha sido aprovado. Foi quase um choque, porque não passava muito pela minha cabeça, até aquele momento, em ser aprovado em algo que envolve uma universidade como Harvard”, revela Ryan.

No encontro da HMUN, o estudante do Campus desempenhará o papel de delegado de Bangladesh no âmbito do Comitê Econômico e Social da ONU (ECOSOC). Desta forma ele, assim como outros estudantes, irá desempenhar cargos diplomáticos de diferentes nacionalidades. Na ocasião, Ryan irá discursar a partir de tópicos que os participantes sugerirem, porém, ele deve apresentar medidas de planejamento populacional e familiar do país representado, além de propor ações que ajudem a desenvolver Bangladesh.

Na preparação para a simulação, Ryan conta com a orientação do professor Erick e com um grupo de brasileiros que já participaram do evento e auxiliam os novos representantes do Brasil desta edição. “Temos um grupo onde esclarecemos dúvidas e discutimos pontos específicos. Meu estudo é com base no posicionamento do país que selecionaram pra mim e, a partir daí, venho procurando por documentos da ONU, além de tentar contatar a embaixada de Bangladesh pra que possam me dispor de algumas informações”, afirma o discente.

Em relação à expectativa de participação no evento, o jovem faz planos de adquirir a maior experiência possível e assim poder encorajar novos estudes do Campus a se inscreverem em outras edições. “Pretendo conquistar esta experiência como um cidadão global e levar a outros estudantes da minha comunidade e também do IFPE. Espero fazer parte de uma rede de futuros líderes jovens, além de criar um vínculo com estudantes de todo o mundo que compartilhem interesses como os meus”, almeja Ryan. Ele conclui afirmando que para ele é “um orgulho ser um dos representantes do Brasil e estudante do Instituto Federal”.

Projeto de Extensão – A vontade de captar novos jovens sonhadores e dar a eles a mesma oportunidade de desbravarem o mundo de diferentes formas, fez com que Ryan fosse um dos idealizadores do projeto extensionista Clube de Relações Internacionais, que foi aprovado pelo Campus Recife e faz parte do programa Despertando Vocações. Além de contar com a participação dos professores da instituição, Erick Viana e Renata Dantas, o projeto inicialmente é composto pelos estudantes do Campus Jaubert Gualberto, Julia Moura, Juliana Costa e Welton Félix, do Curso Integrado de Eletrônica, Sâmia Freitas e Aline Alves, da Formação Integrada em Segurança do Trabalho, além de Suzana Brito, do Curso Integrado de Química. A intenção do grupo é atrair e preparar estudantes do Campus e de instituições parceiras para novas experiências em eventos internacionais. Com esse intuito, a equipe irá abrir as inscrições em breve para formar a delegação do Campus Recife que participará de experiências acadêmicas relacionadas à temática das Relações Internacionais.