Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > IFPE passa a integrar rede de instituições que oferece Mestrado Profissional em Filosofia

Notícias

IFPE passa a integrar rede de instituições que oferece Mestrado Profissional em Filosofia

As aulas vão acontecer no Campus Vitória e envolvem professores de seis campi
por publicado: 30/05/2022 17h29 última modificação: 08/06/2022 16h23

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) teve a seu credenciamento à rede de instituições associadas ao Mestrado Profissional em Filosofia (PROF-FILO) aprovado. A pós-graduação integra as políticas de formação de professores da  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), como resultado de uma iniciativa apoiada pela Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (ANPOF). Atualmente, o PROF-FILO está sediado no Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Esta é a terceira formação do gênero a acontecer no IFPE, que já conta com o Mestrado em Gestão Ambiental do Campus Recife (MPGA) e com o Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em Rede Nacional (PROFEPT).

"Destacamos a importância deste credenciamento ao PROF-FILO, evidenciando a capilaridade dos IFs no compromisso com a transformação da realidade socioeconômica e cultural e formação humana das pessoas, visto que o IFPE e o IF Sertão PE são as primeiras instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica (RFEPT) a integrarem este Mestrado Profissional em Rede", explica a coordenadora de pós-graduação do IFPE, Magadã Lira. Estima-se que ainda este ano será aberto o processo seletivo para a primeira turma do PROF-FILO com início das aulas previsto para 2023.1 . O curso será sediado no IFPE Campus Vitória de Santo Antão e é composto por nove professores do Coletivo de Filosofia e Sociologia do IFPE, oriundos de seis campi -  Caruaru,  Garanhuns, Ipojuca, Pesqueira, Recife e Vitória. A formação conta ainda com a colaboração de docentes de outras instituições educacionais, como a Uneal e Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (SECT-PB).

"Esta aprovação fortalece a Pós-Graduação do IFPE pelo incentivo à pesquisa na verticalização e oferta de cursos de pós-graduação stricto sensu, pela garantia do ensino público e gratuito, numa gestão democrática, condizente com a atual missão", ressalta Magadã. "Parabenizamos os envolvidos, principalmente, aos professores que compuseram a comissão de elaboração da proposta de candidatura e trabalharam arduamente nesta iniciativa", completa.