Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > IFPE tem nove trabalhos entre ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio

Notícias

IFPE tem nove trabalhos entre ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio

Destaque foi para a categoria de Ensino Técnico Subsequente: das dez redações premiadas, sete foram de estudantes do IFPE
por publicado: 12/11/2021 16h37 última modificação: 12/11/2021 16h44

Após mais de um ano de espera devido a pandemia da COVID-19, saiu, no dia 29 de outubro, o resultado da 12ª edição do Prêmio  Naíde  Teodósio  de  Estudos  de  Gênero, que tem como objetivo estimular  e  fortalecer  a  produção crítica  de  conhecimentos  sobre  as  relações  de  gênero,  contribuindo  para  a  promoção  dos  direitos  das mulheres  em  sua  diversidade,  por  meio  da  produção  de  textos,  pesquisas,  estudos  e  projetos  que busquem  contemplar  as  dimensões  de  classe  social,  raça,  etnia,  geração  e  orientação  sexual  das mulheres em  Pernambuco. Entre os trabalhos premiados, nove foram de estudantes e docente do IFPE.

Na categoria “Redação de Ensino Médio”, a estudante do curso técnico em Meio Ambiente  do Campus Garanhuns Kathleen Luana Simões Silva foi premiada com o texto “Mulheres Negras e os desafios no mercado de trabalho no Brasil”. O Campus localizado no Agreste pernambucano também recebeu uma menção honrosa na categoria Relatos ou Projetos de Experiência com o trabalho “Quem são essas mulheres?” de autoria da professora de História Jandynéa de Paula Carvalho Gomes.

Já na Região Metropolitana do Recife, o grande destaque foi para a categoria de Ensino Técnico Subsequente: das dez redações premiadas, sete foram de estudantes do IFPE:

  • “Sou todas as mulheres” de Adriele Maria Cavalcante da Silva (Campus Ipojuca)
  •  “Um panorama dos aspectos que envolvem a ‘precariedade menstrual’” no Brasil de 
  • Amanda Laís Barbosa (Campus Recife)
  •  “Ser mulher? Ser homem? Ser um. Ser meio ambiente” de Anielise da Conceição Campêlo (Campus Recife)
  • "A equidade na esfera socioeducativa” de Ediana Gomes de Souza (Campus Igarassu)
  •  “Elas por elas: as pretas como suas próprias heroínas” de Evelyn Carolina Lima de Santana (Campus Cabo de Santo Agostinho)
  • “Enxadas matriarcas, a representatividade feminina na agricultura familiar” de Leonan Nikayo Morais da Costa (Campus Paulista)
  • “No começo, desconstrução; no final, um mulherão” de Lucas Augusto Mariano dos Santos (Campus Igarassu)

SOBRE O PRÊMIO 

 O prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero é uma realização da Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) em parceria com a Secretaria de Educação (SEE), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), a Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), a Companhia Editora de Pernambuco (CEPE), a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE), Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) , o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE).