Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Oportunidades de bolsas e financiamento de pesquisa em Instituições Francesas

Notícias

Oportunidades de bolsas e financiamento de pesquisa em Instituições Francesas

Chamadas foram divulgadas pela Arinter e podem interessar à comunidade acadêmica do IFPE
por publicado: 28/05/2021 13h27 última modificação: 28/05/2021 13h27
A Assessoria de Relações Internacionais do IFPE (Arinter) divulga para a comunidade acadêmica oportunidades de bolsas e financiamento de pesquisa em Instituições Francesas:

Financiamento de projetos de pesquisa sobre biodiversidade no reino neotropical (SYNERGY)

Em parceria com a SinBiose , FAPESP e LabEX CEBA , a Fundação Francesa de Pesquisa em Biodiversidade (FRB) abre convocatória de projetos de pesquisa por meio de seu Centro de Síntese e Análise de Biodiversidade ( CESAB ), para financiar dois projetos inovadores de pesquisa em biodiversidade no reino neotropical . As propostas podem ser nas áreas de ciências naturais e /ou ciências sociais e humanas e devem ter como objetivo o desenvolvimento da síntese de ideias e conceitos e/ou a análise de dados existentes .

A referida chamada é restrita apenas aos biomas terrestres (ou seja, excluindo a biologia marinha) e às ilhas tropicais da América do Sul, América Central e/ou Caribe.

Prazo para pré-proposta: 30/07/2021

Prazo para proposta final: 10/12/2021

   
Candidaturas abertas para bolsas M2 da Embaixada da França
A Embaixada da França no Brasil oferece bolsas de estudo para estudantes brasileiros em programas de Mestrado 2 na França (2021-2022). O financiamento parcial é voltado para alunos de nacionalidade brasileira admitidos no segundo ano de programas de Mestrado 2 (M2) em instituições de ensino superior francesas.

As bolsas serão válidas por um período de seis meses (1 de setembro de 2021 a 28 de fevereiro de 2022), para alunos do ano letivo de 2021-2022 que estudem em uma instituição de ensino superior pública francesa ou similar.

O programa está aberto a alunos de todas as áreas do conhecimento, que ainda não tenham completado 40 anos até 1º de setembro de 2021.